Até que o Casamento nos Separe reestreia dia 19 de agosto no Teatro Itália

Matéria e foto: Divulgação

Nos dias atuais em que os relacionamentos são tão efêmeros, durando cada vez menos, em que numa semana o casal está na capa da revista mostrando o começo de namoro e na semana seguinte o fim da união, ficar junto durante 20 anos não é tarefa fácil.

Em Até que o Casamento nos Separe, reestreia dia 19 de agosto no Teatro Itália, conta as intimidades de Otávio (Eduardo Martini) e Maria Eduarda (Suzy Rego), durante os seus 20 anos de história.

Com inteligência e romantismo Até que o Casamento nos Separe, é não só uma grande comédia, mas uma seqüência de momentos hilários que poucas vezes são tão bem colocados. Tavinho e Duda com a maior sinceridade abrem sua vida, cheia de comédia, contrapontos e riqueza de detalhes onde fica absolutamente impossível não se identificar com algum fato da vida deles.

Durante a peça eles falam com muito bom humor sobre assuntos pertinentes a qualquer casal: TPM, a lua de mel, o cotidiano da casa, a divisão de tarefas, as brigas, o balanço da relação e de amor.

Ficha técnica:
Texto: Eduardo Martini e Cris Nicolotti
Direção: Eduardo Martini
Elenco: Eduardo Martini e Suzy Rêgo
Figurinos e arte gráfica: Adriana Hitomi
Iluminação e operação de luz: Marcus Filomenus
Operação de som: Alessandra Rocha
Cenário: Eduardo Martini
Fotos: Cláudia Martini
Assessoria de Imprensa: Fabio Camara
Produção: Bira Saide
Administração: Valdir Archanjo
Realização: Martini Produçoes, USSaide Produçoes

Serviço:
Até que o Casamento nos Separe (19 de agosto até 01 de outubro)

Quando: sábado (21h30) e domingo (19h)
Local: Teatro Itália (Avenida Ipiranga 344, República)
Ingressos: R$ 80,00
Capacidade: 290 lugares
Duração: 80 min
Classificação: 12 anos

Equipe:

Eduardo Martini

O ator e bailarino paulistano Eduardo Martini tem sido visto, desde os 16 anos, atuando, dançando, cantando, dirigindo e produzindo, principalmente nos palcos cariocas.

Depois de 10 anos, quando fez o musical ‘Não Fuja da Raia’, Martini voltou a São Paulo com a comédia ‘Na Medida do Possível’ que também foi sucesso.

Depois de cursar a Actor’s Studio e a prestigiada Alvin Ailey American Dance Theater de Nova York, o ator se destacou por aqui nos espetáculos ‘Tango, Bolero e Chá, Chá, Chá’ e ‘Quem tem medo de Itália Fausta’, entre muitos outros. Na TV, fez o apresentador da Gafieira da novela ‘O Clone’ além de participações na ‘Escolinha do Professor Raimundo’ e ‘Os Normais’, entre muitos outros.

Suzy Rêgo

Começou sua carreira como modelo aos 13 anos de idade em um Clube do Rio de Janeiro. Sempre foi elogiada pela sua beleza até que ainda bem jovem decidiu se inscrever em um concurso de beleza: Representando a Ilha de Itamaracá, foi eleita Miss Pernambuco, em 1984. Sendo incentivada a continuar a se inscrever em concursos de beleza, já que seu rosto era muito elogiado e seu físico chamava muita atenção, conseguiu ficar em segundo lugar no Miss Brasil, sendo eleita em 1984 a segunda mulher mais bela do país, o que foi uma grande surpresa e felicidade.5

Atuou em várias peças de teatro, com “Procura-se um Tenor”, “Brasil S/A”, “Caixa 2” e “Sete Minutos”, “O Mistério de Gioconda”, “O Método Gronholm”, “Os Olhos Verdes do Ciúme”. ” Divórcio”. Na TV, participou de especiais, minisséries e telenovelas. Seu mais recente trabalho na TV foi na novela luso-brasileira Paixões Proibidas.6 Um de seus papeis de maior destaque foi a corajosa Carmem, de A Viagem.

Retornou a Rede Globo depois de 4 anos, integrando na novela Morde e Assopra (2011), como Duda Aguiar, que fazia parte de um dos núcleos cômicos da trama. No ano seguinte, atuou na novela Amor Eterno Amor (2012), como a possessiva Jaque. Em 2014, ganhou destaque interpretando a cerimonialista Beatriz Bolgari, na novela Império. Seu último trabalho na TV, foi com a personagem Gilda de Rock Story.

You May Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *