Circo da China volta ao Brasil com seu novo espetáculo “A Jornada do Panda Sonhador”

Crédito: Divulgação

Depois de seis anos longe do país, a Shenyang Acrobatic Troupe apresenta um espetáculo inédito no país para toda a família

A curtíssima temporada passará por:
São Paulo, de 06 a 23 de abril – Citibank Hall
Belo Horizonte, 27 a 30 de abril – BH Hall
Rio de Janeiro, 04 a 07 de maio – Metropolitan

 

Matéria: Divulgação

A arte milenar da escola chinesa de acrobacias está de volta ao Brasil, com toda magia e surpresa que pode proporcionar a toda família. Agora no primeiro semestre, a tradicionalíssima trupe de acrobatas Shenyang Acrobatic Troupe, do Circo da China, retorna ao país depois de seis anos, com a superprodução inédita, “A Jornada do Panda Sonhador”.

Passando por três cidades brasileiras, o Circo começa sua curtíssima temporada em São Paulo, no palco do Citibank Hall, de 06 de abril a 23 de abril; em Belo Horizonte, no BH Hall, do dia 27 até dia 30 de abril; e finaliza sua passagem pelo Brasil no Metropolitan, Rio de Janeiro, entre os dias 04 e 07 de maio.

Conhecidos pela excelência em suas performances, a Trupe de acrobatas do Circo da China chega ao Brasil com 45 artistas, que se dividem no palco ao decorrer de 15 números e prometem encher os olhos do público presente; adultos e crianças. Com enredo, cenário, iluminação e figurino marcantes, o espetáculo é a combinação perfeita entre a modernidade e a tradição: dois personagens principais trazem à cena a figura emblemática do Panda, símbolo máximo da tradição chinesa. O contraponto surge com os efeitos especiais dessa superprodução, que completam a performance repleta de números desafiadores e de delicadeza ímpar.

Crédito: Divulgação

Para alcançar a perfeição em suas apresentações já vistas em mais de 10.000 shows em 60 países e 450 cidades ao redor do mundo, o intenso treinamento da Trupe de Shenyang começa logo cedo, quando ainda crianças. Isso faz com que sua equipe esteja em frequente renovação com o decorrer do tempo. Eles vieram para o Brasil pela primeira vez há 17 anos e, desde então, a trupe já está na segunda geração de artistas formados na escola. Os diretores e professores de hoje também passaram por esse processo, e por serem mais jovens, suas criações são caracterizadas pela modernidade, mas ainda mantendo a tradição chinesa.

Sinopse

A história se passa em um mundo de fadas, onde conhecemos o voraz e preguiçoso Panda chamado Ermao e seu ambicioso irmão, o Panda Damao. Ambos viviam vidas pacatas, praticando e treinando sob orientações de Deus, mas tudo acaba mudando num piscar de olhos.  Ao não se comportar de maneira adequada, como forma de aprendizado, Deus envia Ermao e Damao para um mundo diferente.  Uma vez lá, os irmãos Panda passam por uma jornada enriquecedora, que evoca símbolos e ensinamentos importantíssimos para todo o público, como compreensão, respeito, trabalho duro e resistência. Por meio de metáforas e personagens, o espetáculo ainda desperta a atenção do público para os temas de ecologia e preservação de espécies, ao evocar a relação dos Pandas com personagens representando animais e insetos nesse universo.

Todo enredo, claro, permeado por números que prometem encantar e tirar o fôlego de toda a plateia. Entre eles o Diabolo, diversos números de equilibrismo, como o desafiador Rola-Rola, além do clássico contorcionismo chinês.

Crédito: Divulgação

O Circo da China (Shenyang Acrobatic Troupe)

Fundado em setembro de 1951, o Circo da China é uma das companhias de mais prestígio em seu país, sendo uma honraria em uma arte com mais 3000 anos que remonta ao tempo dos grandes impérios chineses. Nas mais de seis décadas de história da trupe, mais de quarenta números acrobáticos com cerca de 200 de seus atletas ganharam os prêmios de ouro, prata, e grandes prêmios em várias importantes competições acrobáticas nacionais e internacionais.

O Circo da China ainda funciona como verdadeiros mensageiros da cultura chinesa, contribuindo para o estabelecimento da diplomacia entre China e os Estados Unidos, além da amizade com diversos outros países. Com toda essa responsabilidade, a trupe já visitou mais de 60 países, passando por mais de 450 cidades ao redor do mundo.

Sempre insistente na busca de inovações e fascínio pelas artes plásticas, ao longo dos anos, a companhia criou sua série de shows, “Sky Mirage I”, “Sky Mirage II – Sunbird”, “Sky Mirage III- “A Jornada do Panda Sonhador”, “Dragon Mirage” e “Beautiful Legend”, todas com acrobacias da escola Chinesa, dança e música moderna, tudo com iluminações especialmente projetada para cada espetáculo. Os shows já percorreram o Brasil, EUA, México, Alemanha, França, Áustria, Suíça, Rússia, Dinamarca, Israel, Cingapura, Japão, Austrália, Nova Zelândia, entre outros, todos com emoção enérgica e habilidades refinadas.

Serviço:
Circo da China – A Jornada do Panda Sonhador

Sessões:

1ª SEMANA
Quinta-feira, 06/04 às 21h
Sexta-feira, 07/04 às 17h e 21h
Sábado, 08/04 às 17h e 21h
Domingo, 09/04 às 16h e 20h

2ª SEMANA
Quarta-feira, 12/04 às 21h
Quinta-feira, 13/04 às 21h
Sexta-feira, 14/04 às 17h e 21h
Sábado, 15/04 às 17h e 21h
Domingo, 16/04 às 16h e 20h

3ª SEMANA
Quarta-feira, 19/04 às 21h
Quinta-feira, 20/04 às 21h
Sexta-feira, 21/04 às 17h e 21h
Sábado, 22/04 às 17h e 21h
Domingo, 23/04 às 16h e 20h

Local: Citibank Hall (Avenida das Nações Unidas, 17.955 , Santo Amaro)
Capacidade: 4.054 lugares
Duração: 100 min
Ingressos: de R$ 40,00 a R$ 180,00
Classificação:
– Livre: Permitida a entrada acompanhado dos pais ou responsáveis legais;
– De 12 anos em diante: Permitida a entrada desacompanhados.
Estacionamento (terceirizado): R$ 50,00

You May Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *