Instalação itinerários invisíveis explora a relação das pessoas com a cidade

Matéria e foto: Divulgação

O Coletivo Teatro Dodecafônico, que realizou residência artística nos meses de março e abril no Galpão Mungunzá, irá compartilhar experimentos e vivências realizadas, a partir do dia 27 de abril.

Como parte da programação desta mostra, está a instalação Itinerários Invisíveis, criada em parceria com a BRUTA FLOR FILMES, em percursos pelas ruas.

Durante dois meses foram realizados percursos, derivas e travessias no entorno, com proposições que geraram escritas, palavras, desenhos, materialidades e sonoridades. Todos são convidados para conhecer o resultado dessas experiências do corpo no espaço urbano, porque a cidade é e será SEMPRE nossa! Vá conhecer este trabalho incrível que propõe importantes reflexões sobre a nossa relação com a cidade na sociedade contemporânea.

| 27.04 – 18h – 23h |

Itinerários invisíveis – instalação de uma série de vídeos feitos junto com Bruna Lessa e Cacá Bernardes da Bruta Flor Filmes, retratando os percursos de cada integrante do Dodecafônico de suas casas até o Galpão Mungunzá. Todos os percursos foram realizados majoritariamente a pé, recorrendo a trechos de ônibus e metrô para condensar o tempo da experiência. A câmera revela múltiplas interfaces do corpo com a cidade, seus usuários, suas variações geográficas e sociais. Todos os caminhos convergem para esse local de trabalho, compondo linhas invisíveis de um mapa que se escreve ao andar.

Sobre a Bruta Flor Filmes

A Bruta Flor Filmes é uma produtora de fotografia e conteúdo audiovisual que tem como principal objetivo manter a criatividade estética de todos os conteúdos criados, no intuito de promover experiências positivas ao observador.

Com foco na produção de filmes, registros de espetáculos, ações para redes sociais e a criação e organização de acervos de memória audiovisual, a Bruta Flor Filmes procura através de seus conteúdos criados, aproximar o público do artista, proporcionando uma melhor comunicação entre eles, valorizar a memória e registrar a história através de um olhar artístico e poético.

Produzindo filmes de ficção e documentários, conteúdos para web, videoclipes, registros de espetáculos de teatro, dança, música, performance, circo e artes visuais, a Bruta Flor Filmes , transita desde artistas independentes até grande instituições e procura oferecer soluções criativas e inovadoras, de acordo com a necessidade de cada projeto. A produtora mantém o cuidado e trata cada conteúdo de forma sensível, através de uma intensa pesquisa e estudo, respeitando o olhar e a linguagem de cada indivíduo.

Bruna Lessa é cineasta e roteirista. Graduada em cinema, dirigiu e roteirizou o curta metragem Lembranças de Maura, Síndrome de Lacoi e o longa metragem Memórias de Heliópolis. Estudou roteiro de cinema na ECAM – Escola de Cinema de Madri e cursa pós graduação em Roteiro de Ficção no SENAC São Paulo. Em 2012 em parceria com Cacá Bernardes fundou a Bruta Flor Filmes, produtora audiovisual que produz conteúdos para internet e TV.

Cacá Bernardes é fotógrafa still e diretora de fotografia de cinema. Formada em publicidade trabalha como fotógrafa de cena e possui mais de trezentos espetáculos teatrais fotografados.  Foi diretora de fotografia do curta metragem Lembranças de Maura, Síndrome de Lacoi e o longa metragem Memórias de Heliópolis. Em 2012 em parceria com Bruna Lessa fundou a Bruta Flor Filmes, produtora audiovisual que produz conteúdos para internet e TV.

Onde: Galpão Mungunzá (Rua Rodolfo Miranda, 350, Bom Retiro)

You May Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *