Irene Ravache e Dan Stulbach se apresentam no Teatro FAAP na peça Meu Deus!

Meu Deus

Matéria e imagem: Divulgação

Irene Ravache e Dan Stulbach encabeçam o elenco desta peça da dramaturga israelense Anat Gov, dirigidos por Elias Andreato. Oh, My Good, título original, Meu Deus! foi adaptado por Jorge Schussheim, traduzido por Eloísa Canton e a versão brasileira é de Célia Regina Forte.

Meu Deus! é um texto espirituoso, com diálogos ágeis e muito verdadeiros, mesmo que aparentemente sejam improváveis. DEUS, o próprio, resolve fazer terapia, pois tem estado bem deprimido nos últimos dois mil anos e espera que a psicóloga Ana resolva esse impasse.

Mesmo tocando em assuntos que farão o público refletir, o espetáculo é uma comédia que vem fazendo grande sucesso onde quer que seja encenado.

Por mais fantasiosa que a história nos pareça, no decorrer da peça plateias do mundo inteiro acreditam nesse inusitado encontro. Surpreendem-se, riem, compactuam, torcem e finalmente, se emocionam com essa plausível sessão de terapia.

A história se passa num dia na vida da psicóloga Ana, personagem interpretada por Irene Ravache, que recebe um telefonema misterioso de um homem desesperado, interpretado por Dan Stulbach, que insiste em marcar uma consulta com ela no mesmo dia. Quando ele chega, apresenta-se como sendo Deus. Deus profundamente deprimido com a situação do Paraíso que um dia criou. Ana tem apenas uma sessão de terapia para convencê-lo do contrário e salvar o mundo, e isso se dará ao longo dessa divertida peça e com revelações surpreendentes de como seria realmente encontrar com DEUS! Com olhar cômico, perspicaz e humor ácido, o espetáculo analisa a imagem de Deus e sua relação inconsistente com as pessoas.

A terapeuta perguntará ao Todo Poderoso, questões que provavelmente qualquer mortal quisesse saber. O público reage a cada pergunta levantada por Ana por que, de fato, o espectador sente-se no lugar dela.

Ainda no elenco, Pedro Carvalho, interpreta o filho da psicóloga e tem pela frente uma missão quase impossível. Quase impossível, por que nesse encontro, tudo se torna plausível e crível!

Ficha Técnica:
Texto: Anat Gov
Adaptação: Jorge Schussheim
Tradução: Eloísa Canton
Versão: Célia Regina Forte
Direção: Elias Andreato
Elenco: Irene Ravache, Dan Stulbach, Pedro Carvalho
Cenário: Antonio Junior
Figurino: Fause Haten
Iluminação: Wagner Freire
Trilha Sonora: Jonatan Harold
Assessoria de Imprensa: Daniela Bustos e Beth Gallo – Morente Forte Comunicações
Programação Visual: Vicka Suarez
Fotos: João Caldas
Assistente de Direção: Andréa Bassitt
Assistente de Iluminação: Alessandra Marques
Assistente de Figurino: Gabriela Marumoto
Assistente de Fotografia: Andréia Machado
Assessoria Contábil: Marina Morente
Assistente de Produção: Celso Dornellas e Thaís Peres
Administração: Magali Morente
Produção Executiva: Kátia Placiano
Coordenação de Projetos: Egberto Simões
Produtoras: Selma Morente e Célia Forte
Realização: Morente Forte Produções Teatrais

Serviço:
• Meu Deus! (até 27 de julho)
Gênero: Comédia
Local: Teatro FAAP (Rua Alagoas, 903, Higienópolis)
Duração: 80 minutos
Ingressos: R$ 60,00 (sextas ), R$ 80,00 (sábados) e R$ 70,00 (domingos)
Quando: sextas (21h30), sábados (19h e 21h30) e domingos (18h)
Censura: 12 anos

You May Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *