MuBE apresenta o espetáculo DÍCEN DE MI – CAMARÓN

dicen-de-mi-camaron

Projeto Flamenco no Plural Espetáculo de teatro-dança inspirado na vida e obra de “Camarón de la Isla”

Matéria e foto: Divulgação

Dando continuidade ao Projeto Flamenco no Plural, com apresentações de dança e música flamenca que acontecem mensalmente, o MuBE Nova Cultural será palco da Série Grandes Nomes do Flamenco, no dia 05 de junho, quinta-feira, às 21h.

Com apresentação de Adriana Rabello e com roteiro e direção de Jose Rubens Chachá, o espetáculo de teatro-dança Dícen de Mi – Camarón é inspirado na vida e obra de “Camarón de la Isla”.

O espetáculo parte da impossibilidade de se contar uma biografia de Camarón de la Isla, o maior cantor flamenco de todos os tempos, pois, “tudo o que se foi apresentado até hoje em relação a biografia foram superficiais”. Portanto, este espetáculo se encaminha para uma vertente sensível e emocional, proporcionada pela coreografia e pelas canções arrebatadoras de Camarón, mostrando aproximando o lúdico e o encantado universo do cantor,” explica Adriana Rabello.

Seu talento precoce, as aulas de tauromaquia, sua mudança para Madrid, seu encontro com Paco de Lucia, são citados para situar o espectador e prepará-lo para vivenciar a viagem de Camarón por continentes desconhecidos para nós, onde sua voz conduz aqueles que desejam vislumbrar o brilho encantado e dilacerado de seu canto.

Por mais que o espetáculo mostre a trajetória meteórica de Camarón , seu sucesso e sua agonia diante da doença que o vitimou; o texto não admite um fim para o cantor. Pelo contrario. O mito Camarón se avolumou e se perpetuou na historia da cultura Flamenca, que é como se sua vida tivesse continuado, sem que ninguém pudesse afirmar sua morte ou dizer que o conheça de verdade.

Sobre Adriana Rabello

A essência da Cia Flamenca Adriana Rabello se traduz na ousadia, competência e originalidade de sua fundadora. A bailarina, coreógrafa, professora e diretora, Adriana Rabello.

Em sua jornada artística, iniciada aos 9 anos, já trilhou os caminhos, do canto, teatro, e dança , tendo no flamenco sua grande paixão.

Nos últimos 16 anos Adriana tem se dedicado exclusivamente ao flamenco, desenvolvendo um trabalho de pesquisa e criação dentro do universo musical e corporal, a partir de viagens a Espanha, onde estudou com os profissionais mais renomados da atualidade, tais como Eva La Yerbabuena , Javier Latorre, Merche Esmeralda, Pilar Ortega, Cristian Almodóvar,Juan Polvillo,entre outros mestres da dança flamenca. Para complementar seu trabalho também estudou percussão corporal, ritmos e estruturas do baile e dança moderna.

Em 2010 inaugura o “Centro de Arte e Dança Flamenca Adriana Rabello,” um espaço especializado em flamenco e um dos maiores centros deste estudo no país, realiza anualmente viagens com os alunos para a Espanha para que eles possam estudar e vivenciar esta arte que se tornou patrimônio imaterial da humanidade. Também Realiza intercâmbio com profissionais renomados que vem ao Brasil para workshops e shows, já passaram pela escola nomes como Manuel Reyes, Belém Maya, Sebastián Sanches, Mari Paz Lucena, Domingo Ortega.

Projeto Flamenco no Plural

O projeto foi construído através de três séries: Ícones do Flamenco no Brasil, Grandes Nomes do Flamenco em São Paulo, e Jovens Talentos do Flamenco. Denise explica que “este formado foi pensado para apresentar os 3 pilares profissionais que temos hoje no flamenco, e em cada apresentação o artista convidado representa esse conceito”. Além disso, todos os shows são formatados para o Flamenco no Plural, isto é, os convidados montam uma apresentação voltada ao projeto. Os artistas que já participaram deste projeto e representaram com excelência o flamenco nacional foram Conrado Gmeiner, Davi Caldeira, Senda Cia de Dança e Denise Santoro, Vera Alejandra, André Pimentel, cada qual mostrando sua visão da arte flamenca percorrendo do mais tradicional ao mais contemporâneo.

Outros objetivos também foram pensados para este projeto, como oferecer tanto aos curiosos quanto aos praticantes e profissionais da área, a oportunidade de viver momentos de verdadeira imersão na cultura flamenca e espanhola através das apresentações. “Desejamos que o público encontre no teatro, que tem como projeto a busca por diferentes tipos de arte, a casa que faltava para essa expressão artística,” completa Paulo Gabriel.

Ficha técnica:
• Dícen de Mi – Camarón

Artista principal: Adriana Rabello
Roteiro e direção: Jose Rubens Chachá
Grupos convidados: Cia Flamenca Adriana Rabello
Adriana Rabello/ Marcia Nunes Battistini /Laura Amando de Barros/Natália Carcavilla /Renata Abelin/ Orlando de Paula/ Sarah Corrêa
Elenco infantil – Rudah Rabello Chasseraux
Participação especial: Grupo experimental “Vamonos”
Carmen Consuelo/ Alexandre Augusto/Flávia Ribeiro/Paula Liberati/Erma Montanaro /Renata Toledo/Érica Lopes / Ana Claudia Nogueira
Coreografia e preparação: Adriana Rabello

You May Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *