Os Estranhos que nos Habitam a partir de 16 de janeiro, aos sábados, no Espaço Parlapatões

os-estranhos-que-nos-habitam

Estapafúrdia e A.R. Produções Artísticas

Apresentam

Bruno Narchi, Carina Gregório e Diego Antunes

em

OS ESTRANHOS QUE NOS HABITAM

De Wagner D´Avilla

Direção Antônio Ranieri

Reestreia dia 16 de Janeiro de 2016

Sábados, às 20h, no Espaço Parlapatões

Peça de suspense aborda pessoas com transtornos de personalidade e faz um mergulho no universo dos psicopatas.

Matéria e foto: Divulgação

A peça Os Estranhos que nos Habitam mobiliza a narrativa tensional do suspense e promove uma pertinente discussão sobre o comportamento humano.

O texto de Wagner D’Avilla foi inspirado no “Estudo Comportamental da Obediência” do psicólogo Stanley Milgram que avaliou e revelou o comportamento que demonstra como cidadãos comuns, pessoas aparentemente equilibradas, podiam cruzar os tênues limites da maldade.

Na obra, o autor manipula as informações dadas ao público de forma que tudo se encaixe aos poucos, sem jamais perder a sensação de estranhamento diante do exibido, como um grande jogo de xadrez formado por diálogos e ações estrategicamente pensadas.

Os personagens são inseridos em um jogo psicológico dentro de um espaço claustrofóbico e com encenação intimista. Indiretamente o público é convidado a entrar em uma história sobre solidão e carência. Trata-se de um tempo delicado, mexendo com as expectativas e jogando com os estereótipos. A dinâmica com o público propõe o jogo de adivinhar quem é a vítima e quem é o vilão da história.

A cenografia realista auxilia na apresentação das cenas como um trilher de cinema. O público acompanha detalhes das experiências físicas e mentais exploradas pelos protagonistas. A iluminação propõe um jogo sombrio e revela minimamente o que é necessário para construção do suspense. A trilha sonora é executada em parte pelo ator Diego Antunes que se delicia expressivamente em clássicos de Nina Simone, Nancy Sinatra e Doris Day.

Santiago (Bruno Narchi) é famoso escritor de romances que tem dificuldades em socializar, vive em posição de desconfiança e uma tendência para antipatizar com outras pessoas. Ele sofre do transtorno de agorafobia, e o medo de sair de casa o mantém enclausurado em seu apartamento há dois anos. Sua única companhia é a imagem de um Homem Branco (Diego Antunes) que ora se confunde como um dos personagens de seu livro, ora com alguém que ele se envolveu no passado. Entre crises de síndrome do pânico e alucinações, ele divide sua atenção para tentar finalizar seu novo livro e na paixão platônica que mantém pelo vizinho do apartamento da frente.

Seu cotidiano passa a se tornar menos solitário, ao receber a visita constante de sua nova vizinha, a tímida e prestativa, Cecília (Carina Gregório) que insiste em manter um vinculo de amizade com ele. Duas pessoas que escondem um caráter frágil, uma personalidade ambígua e que têm muita dificuldade em lidar com os seus sentimentos.

Sobre a equipe:

Bruno Narchi – Ator

É ator formado pelo Teatro-escola Célia Helena, com graduação em Comunicação Social pela Escola Superior de Propaganda e Marketing. Iniciou sua formação artística aos treze anos de idade na Oficina dos Menestréis.

No campo musical, estuda canto há quatro anos com a professora Amélia Gumes, além das aulas de violão com Diogo Cardoso, na Escola Música Brasil. Por três anos, trabalhou com a Walt Disney Company no Brasil, e integrou o elenco dos musicais Mamma Mia! (ensemble e cover de Pepper e Eddie), Fame (como Schlomo Metzenbaum), Rock in Rio – O musical (ensemble e cover de Roger e Alef) e Cazuza – Pro dia nascer feliz (como Serginho e alternante de Cazuza ) e atualmente está em cartaz com “ “Vanya e Sonia e Masha e Spike” com direção de Jorge Takla.

Carina Gregório – Atriz

Atriz formada pela AMDA (American Musical and Dramatic Academy, Nova York), teve seu primeiro contato com teatro ainda pequena, em São Paulo. Aos 14 anos, mudou-se para Monterrey (México) onde realmente começou sua carreira como atriz profissional, participando do musical “A Gaiola das Loucas” e de peças como “Um Estranho no Ninho” e “Extremos”, dirigidas por Marcelo Gonzalez e Ruben Gonzalez. Ainda no México, participou também da série de televisão “Rumores” (Televisa Monterrey) e do filme “7 Dias”, dirigido por Fernando Kalife. Em Nova York, participou da peça Off-Broadway “Pandora’s”, no Theater Row. De volta ao Brasil, trabalhou como assistente de direção de Miguel Falabella, no espetáculo “Alô Dolly”, e como diretora residente nos espetáculo “Cazuza – Pro Dia Nascer Feliz” e “ Mudança de Hábito”.

Diego Antunes – Ator

Especializou- se na Escola de Atores Wolf Maya e é Bacharelado em Direito pela Universidade Pontifícia Universidade Católica. Participou das montagens em francês dos musicais “Casting” e “Soirée Cabaret”. Pelo Teenbroadway participou dos musicais “Grease”, “Aida” e “Fantasma da Ópera”. Entres seus trabalhos recentes está a participação na comédia “Eu quero é pecar” com texto e direção de Jean Dandrah. Participou dos filmes “Sylvio Caldas, o Seresteiro do Brasil” com direção de Dimas Oliveira e “ A Ligação” com direção de Mauricio Antunes.

Antonio Ranieri – Diretor

Formado pela escola Ewerton de Castro, bacharel e licenciado pelo Centro de Belas Artes de SP. Atuou em diversos espetáculos, como: “ Navalha na Carne” de Plinio Marcos; Os Sete Gatinhos de Nelson Rodrigues com direção de Moisés Miastkwosky; “O Despertar da Primavera” com direção de Nívio Diegues; “32 Dentes” de Walner Danziger; “Dona Rosita, a solteira” de Federico Garcia Lorca, com direção de Eraldo Rizo; “Antônio e Cleópatra” de Willian Shakespeare; “Ao Terceiro Dia” de Luiz Alberto de Abreu; entre outros. Integrou o Grupo kaus em 2006 onde participou do Festival Internacional do Chile, com grupos do mundo todo e colaborou do projeto “O teatro na América Latina”, lançando o livro sobre o projeto e recebendo grupos, espetáculos e palestrantes dos maiores nomes da dramaturgia latino americana. Nos últimos anos também se destaca como diretor de teatro como nos espetáculos “Subterfúgio” de Wagner D´Avilla e “ “Estilhaços” e “ Plus Size Love “ que também assina a autoria. É produtor de cultura, realizando projetos de grande relevância como “Rita Lee Mora ao Lado” e “ Otelo”.

Wagner D´Avilla – Dramaturgo

É dramaturgo, roteirista, ator, produtor e diretor de teatro. Possui formação em Artes Cênicas pelo Teatro Escola Macunaíma (2002) e em Roteiro pela Academia Internacional de Cinema (2010). Como artista, criou sua primeira companhia de teatro, a Cia. do Intervalo, em 2001, com a estreia do espetáculo “Do que estamos falando afinal?”, com texto de sua autoria e direção de Marina Mondevaim A companhia realizou seis espetáculos de 2001 a 2007, todos de sua autoria e alguns dirigidos pelo autor. Entre eles, estão as comédias: “As Solteiras”, “Calcinhas & Cuecas”, “Minha vida é uma novela”, “Conversas de Travesseiros” e o drama “Subterfúgio”. Como roteirista, assina o roteiro dos curtas-metragens “Azul Marinho Preto e Branco” e “Malu & Fred” (filme foi recordista na 7ª Mostra do Festival Curta Santos, com seis prêmios incluindo Melhor Roteiro). Ambos foram dirigidos por Rodrigo Bernardo. Em 2011, assina o roteiro do telefilme “O Inferno de Cada Um”, com direção de Miguel Rodrigues e em 2014 a série de TV “(Des)encontros” para o canal Sony em produção para uma 2ª temporada.

Ficha técnica
Texto: Wagner D´Avilla
Direção: Antônio Ranieri
Assistente de direção: Alan Cecatto
Elenco: Bruno Narchi, Carina Gregório e Diego Antunes
Participação em OFF: Elias Andreato
Cenário: Antônio Ranieri
Iluminação: Débora Dubois e Cesar Pivetti
Figurino: André Von Schimonsky
Produção de cenário / montagem: Morena carvalho
Direção de movimentos: Bruno Gregório
Comunicação visual e fotos de divulgação: Luciano Alves
Vídeo promo: Vinícius Costa
Produção executiva: Antônio Ranieri e Wagner D´Avilla
Realização: Estapafúrdia e A.R Produções Artísticas

Serviço:
Os Estranhos que nos Habitam (de 16 de janeiro à 27 de fevereiro)
Gênero: Suspense / Drama
Duração: 70 minutos
Ingressos: R$ 40,00
Local: Espaço Parlapatões (Praça Roosevelt, 158, Centro)
Quando: Sábados (20h)
Classificação indicativa: 15 anos

You May Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *