Prêmio Grão de Música realiza a 4ª edição

Conheça os premiados 2017 do PGM, criado para valorizar compositores, compositoras e intérpretes brasileiros

Matéria e foto: Divulgação

Anualmente, o Prêmio Grão de Música dedica-se a buscar artistas talentosos, a maioria deles pouco conhecidos pelo grande público nacional, com o objetivo de valorizar e promover o gênero canção em todas as regiões do país. Compositores, compositoras e intérpretes de grande valor, de diferentes gerações, são destacados em cada edição do PGM, premiados com troféu em bronze e o registro de uma música na coletânea de canções produzida em CD.

Cada nome selecionado pela curadoria do Prêmio é escolhido pelo conjunto da obra e trajetória artística. O foco da busca é principalmente o interior do Brasil, na tentativa de conhecer o que acontece fora dos circuitos habituais. O PGM é idealizado e realizado pela cantora e compositora paraibana Socorro Lira, que reúne esforços e recursos próprios para manter a iniciativa.

Selecionados Prêmio Grão de Música 2017

Nesta 4ª edição, doze estados brasileiros estão representados pelos 15 artistas premiados:

Almério (Caruaru/ PE)
Ana Paula da Silva (Joinville/SC)
Áurea Martins (Rio de Janeiro/RJ)
Calé Alencar (Fortaleza/CE)
Cida Moreira (São Paulo/SP)
Déa Trancoso (Almenara/MG)
Estela Ceregatti (Cuiabá/MT)
Fred Martins (Niterói/RJ)
Jânio Arapiranga (Arapiranga/Rio de Contas/BA)
João Triska (Curitiba/PR)
Joésia Ramos (Aracaju/SE)
Márcia Siqueira (Manaus/AM)
Mocinha de Passira (Passira/PE)
Paula Santoro (Belo Horizonte/MG)
Wilma Araújo (Maceió/ AL)

O resultado de cada edição é registrado também em CD, onde cada premiado ganha espaço para uma música na coletânea PGM, disponibilizada no site. Os CDs da coletânea são distribuídos gratuitamente.

Elifas Andreato, designer gráfico e ilustrador, assina a identidade visual do PGM. A estatueta de bronze  para troféu, logotipo e a capa do CD foram criadas pelo artista, responsável por capas de discos icônicos da música brasileira, de nomes como Chico Buarque, Clementina de Jesus e Martinho da Vila.

Socorro Lira conta um pouco sobre a iniciativa, “O Prêmio Grão de Música se propõe a identificar e referendar obras e trajetórias artísticas relevantes nem sempre divulgadas ou vistas pela crítica especializada. E que, em muitos casos, estão fora dos circuitos e pólos culturais mais influentes. O PGM nasceu do desejo e da necessidade de se criar meios para essa música também encontrar os ouvidos que a querem. E teve a sorte de já nascer com a assinatura de um dos mais respeitados artistas do Brasil, Elifas Andreato”.

O Prêmio Grão de Música se compromete a um trabalho significativo de garimpo musical, ampliando o olhar para o interior do país, onde veteranos ou jovens artistas criam e desenvolvem sua obra a partir do lugar onde nasceram e/ou vivem. O olhar está voltado para o que expressa mais profundamente o jeito de ser e viver das pessoas.

“Pretendemos ser um espaço dedicado à canção brasileira que, em algum momento, foi chamada de MPB, agora modificada pela indústria do entretenimento. MPB é a música brasileira de cada lugar, como conceito e não como gênero musical”, completa Socorro Lira.

Cerimônia de entrega do Prêmio Grão de Música 2017

No dia 25 de novembro, na sala Olido, no Centro de São Paulo, acontecerá a cerimônia de entrega do 4º Prêmio Grão de Música. Noite que traz, além da premiação, a chamada Mostra PGM com shows de três artistas dentre os quinze premiados e premiadas na edição 2017. A entrada é franca e neste ano se apresentam: Estela Ceregatti, Calé Alencar e Áurea Martins.

Serviço:
Cerimônia de entrega do Prêmio Grão de Música 2017
Quando: 25/11 (19h)
Local: Centro Cultural Olido (Avenida São João, 473, Centro)
Entrada: Gratuita (com distribuição de ingresso)
Classificação: Livre
Capacidade: 293 lugares

You May Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *