Serginho Madureira: samba paulistano com muito orgulho

serginho-madureira

Sambista compôs músicas que foram gravadas na voz de Zeca Pagodinho e Leci Brandão

Matéria e foto: Divulgação

Compositor por trás de grandes músicas do samba, Serginho Madureira já escreveu letras interpretadas por Leci Brandão e Zeca Pagodinho. Com suas composições marcantes e seu samba raiz, Serginho vem para trazer o mais tradicional do gênero para o público paulistano.

Feijoada, caipirinha e samba (muito samba!): convite difícil de resistir em um sábado à tarde. É assim que acontece todo final de semana, na Vila do Samba, referência do gênero na capital paulista. Quem comanda tudo isso é Serginho, que há oito anos está na casa para levar o melhor do Samba Raiz para o público. Dos oito, quatro deles com a companhia de sua banda, que tem como diferencial a presença do baixo acústico e trombone.

Seu primeiro álbum traz participações especiais de Almir Guineto, Serginho Meriti, Ronaldinho do Fundo de Quintal e a Velha Guarda da Nenê de Vila Matilde. Composições do Serginho podem ser ouvidas na voz de algumas personalidades como Zeca Pagodinho, Leci Brandão, Fundo de Quintal, Revelação e Leandro.

O cantor começou na música aos 9 anos de idade, tocando violão na igreja que frequentava. Aos 14 anos, trabalhou com o Caprí, grande sambista brasileiro que introduziu Serginho no mundo da música. Mas foi ao lado de Almir Guineto que Serginho descobriu sua vocação para compositor, durante os 10 anos que trabalhou ao lado do sambista. Quando completou 16 anos, Serginho entrou no grupo Fora de Série, em que viajou todo o Brasil e também fez turnê internacional.

Atualmente, Serginho toca todos os sábados na Vila do Samba, todos os domingos na Estação São Jorge e todas as quintas no Colonial. Para o ano de 2016, o cantor prepara seu segundo álbum com novos sambas e participações especiais.

You May Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *