‘Yonlu’ ganha Prêmio Abraccine de Melhor Filme Brasileiro na Mostra de São Paulo

Longa sobre a vida do músico e internauta será exibido na repescagem da mostra no dia 7 de novembro

Matéria e foto: Divulgação

O filme “Yonlu”, de Hique Montanari, recebeu o Prêmio Abraccine da Melhor Filme Brasileiro na 41ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, durante a cerimônia de encerramento do evento, realizada na noite desta quarta-feira, 1º de novembro. O longa conta a história real de um jovem músico e internauta que conquistou seguidores de diversas partes do mundo com as canções e os trabalhos que publicava na internet. Sozinho em seu quarto, no entanto, ele participava de um fórum de potenciais suicidas, onde encontrou estímulo para tirar sua própria vida.

“Yonlu” mistura cenas de live-action e animação, reunindo elementos de diferentes linguagens, como de videoclipe, cinema experimental e documental. O roteiro é do próprio Montanari, e no elenco estão Thalles Cabral, Nelson Diniz, Liana Venturella e Leonardo Machado, entre outros.

O longa participará da repescagem da Mostra de São Paulo com uma nova exibição no dia 7 de novembro (terça-feira), às 17h30m, no CineSesc. Produzido pela Container Filmes e Prana Filmes, “Yonlu” terá sua estreia comercial no primeiro semestre de 2018, pela Lança Filmes.

Sinopse

“Yonlu” é um filme baseado na história real de um garoto de 16 anos que, com a ajuda da internet, conquistou o mundo com seu talento para a música e para a arte. Fluente em cinco idiomas, Yonlu tinha uma rede de amigos virtuais em todos os continentes. Ninguém desconfiava, contudo, que também participava de um fórum de potenciais suicidas. O filme usa as linguagens da animação, do musical e do videoclipe para representar a trajetória de um menino extremamente criativo nos caminhos da internet, que pareciam brilhantes e acolhedores, mas que no final, também, acabaram se revelando esquinas sombrias e perigosas.

Ficha técnica:
Roteiro:
Hique Montanari
Direção: Hique Montanari
Produção: Luciana Tomasi
Elenco: Thalles Cabral, Nelson Diniz, Liane Venturella, Leonardo Machado, Mirna Spritzer, Lorena Lorenzo, Rodrigo Waschburger, Anderson Salles, Victória Sanguiné, Áquila Mattos, Douglas Florence, Frederico Restori
Produtor executivo: Luciana Tomasi
Direção de arte: Iara Noemi, Gilka Vargas
Direção de fotografia: Juarez Pavelak
Animações: Osso Filmes
Montador: Alfredo Barros
Trilha sonora: Yonlu
Trilha sonora incidental: Nando Barth
Pós-produção: Daniel Dode
Diretora de produção: Tatiana Behar
Som direto e desenho de som: Gabriela Bervian
Figurinista: Anelisa Teles
Empresas produtoras: Container Filmes, Prana Filmes

Distribuidora

Lança Filmes

Acreditamos em compartilhar boas histórias com o mundo.

Formamos parcerias com produtoras e diretores independentes, tanto nacionais como internacionais, desde a fase inicial dos projetos até sua finalização. Realizamos um trabalho nas janelas tradicionais (cinema, festivais, mostras e televisão), e também em novas plataformas digitais (VOD e demais serviços streaming).

Produtoras

Prana Filmes

Embora fundada em outubro de 2011, já possui diversas obras produzidas e outras em realização. Seu primeiro longa-metragem foi “Menos que nada”, dirigido por Carlos Gerbase, que estreou em 2012. No mesmo ano, foi lançado o curta “Amores passageiros”, dirigido por Augusto Canani.

Container Filmes

A CONTAINER FILMES é uma empresa de produção audiovisual muito nova e tem o Roteirista e Diretor Cinematográfico de YONLU, HIQUE MONTANARI, como seu proprietário. O filme YONLU é o primeiro longa-metragem produzido pela empresa e primeira obra com financiamento pelo FSA.

You May Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *