terça-feira, 16 abril, 2024
Teatro

Ministério da Cultura e Bradesco Seguros apresentam PetShop, o Musicão

Estreia dia 09 de março no Teatro Bravos

Crédito: Divulgação

“Um espetáculo idealizado, produzido e apresentado por pessoas que têm algo muito importante em comum:  um profundo amor pelos animais!”

Matéria e foto: Divulgação

Idealizado e produzido pela cantora lírica e atriz Julianne Daud (Maria Callas, New York, New York, Beijo da Mulher Aranha) e o maestro Fabio G. Oliveira, Petshop, o Musicão se inspira nas apresentações da Broadway. Todos os animais do musical são interpretados por atores, cantores e bonecos manipulados. A direção artística é de Fernanda Chamma, que coreografou e dirigiu inúmeros espetáculos, entre eles Hebe, o musical, A Gaiola das Loucas e A Família Addams.   

A ideia do musical Petshop, o Musicão, conta Julianne Daud, surgiu durante a pandemia. O longo período que a cantora passou em casa com seus seis cachorros, observando como eles interagiam entre si, a levou a imaginar os “diálogos” animados entre eles. Apaixonada por animais desde a infância, ela quis realizar um musical que retratasse esse universo e convidou o dramaturgo Vitor Rocha para criar os textos e letras. “É um espetáculo para adultos e crianças”, diz ela.

O elenco de 16 artistas conta com Arthur Berges (Escola do Rock), Adriano Tunes (Mamonas Assassinas), Willian Sancar (A Pequena Sereia), Vinícius Loyola (Silvio Santos, New Matogrosso e o Mágico de Oz) , Giovana Zotti ( 80 doc musical ), Luiza Porto ( Bom dia sem Companhia ) entre outros.

Além de realizar a direção artística, Fernanda Chamma criou as coreografias em que o elenco assume as características dos animais. “Tenho dois gatos e sou perdidamente apaixonada por eles. Eles foram minha fonte de inspiração”, conta Fernanda, acrescentando que o “texto do Vitor Rocha é jovial e o musical tem criatividade, emoção e encantamento.”

A trilha musical é tão importante no enredo que pode ser considerada um personagem à parte. Ela foi realizada pelo maestro Fábio G. Oliveira, diretor musical do espetáculo, e pela compositora Vitória Maldonado. Como esses dois músicos têm estilos diferentes em suas composições, o resultado final reúne ritmos diversos, como samba, reggae, tango, jazz e música orquestral.

“É um espetáculo diversificado em termos de música. São diversos tipos de animais, de gatos a porco da Índia e várias raças de cachorros. A dramaturgia do Vitor Rocha nos inspira essa variedade musical”, afirma o maestro Fábio, também um grande fã de bichos.

Os figurinos foram realizados por Theo Cochrane e o visagismo de Anderson Bueno completa a magia dos personagens. A cenografia colorida criada por Marco Lima transporta os espectadores ao universo das histórias em quadrinhos da infância.

“O que acontece quando os animais decidem se unir para salvar a petshop onde vivem?”

Esse é o tema de Petshop, o Musicão – uma divertida comédia musical destinada a entreter toda a família.

O objetivo do espetáculo é levar tutores de pets e o público em geral a uma experiência única de divertimento que visa, ao mesmo tempo, informar, educar e conscientizar as pessoas sobre questões importantes ligadas ao bem-estar animal. Ao mesmo tempo, o musical aborda temas e valores das relações humanas, como amizade, o cuidado com o outro, a força de vontade, a disciplina e a empatia. 

O enredo

Quando vem ao mundo, todo animalzinho recebe uma missão, uma missão que vem gravada em seu pequeno coração assim como seu nome na coleira. Alguns recebem a missão de guiar, outros recebem a missão de proteger, alguns vêm para fazer companhia e outros recebem até mesmo a missão de curar.

Bom, é nisso que acredita M.C., a chihuahua que lidera todos os animaizinhos na PetShop da Dra. Maggie e cuida para que tudo esteja sempre na mais perfeita ordem. O problema é que essa ordem parece estar com os dias contados depois da chegada de Mussarela, um cãozinho com nome de queijo e que foi criado pelas ruas e que, depois de se envolver com o bando de cachorros errados, acabou precisando de abrigo e foi se esconder por lá.

Como se não fosse o bastante para tirar o sono de MC, a notícia de que a PetShop poderá ser demolida para dar lugar a um estacionamento acerta todos em cheio. Agora, bichinhos adestrados e de rua vão precisar trabalhar juntos e superar suas diferenças se quiserem sair dessa!

Esse é o enredo de PetShop, o Musicão – uma deliciosa comédia musical (infanto-juvenil) destinada a entreter e a agradar toda família! O objetivo principal do espetáculo é transportar tutores de Pets, seus familiares e o público em geral, através de uma experiência única de entretenimento, que visa informar, educar e conscientizar sobre importantes questões a respeito do bem-estar dos animais.

PetShop, o Musicão contempla muito mais do que simplesmente a produção e apresentação de um espetáculo familiar (Family Show) de alto nível, abordando, discutindo e promovendo importantes questões que conduz o espectador numa jornada que enaltece e incentiva os mais nobres valores humanos como a persistência, a amizade, o cuidado com o outro, a disciplina, a força de vontade e a empatia.

Serviço:
PetShop, o Musicão (de 09 de março a 12 de maio de 2024)
Quando:
sábados (15h e 17h) e domingos (15h)
Local: Teatro Bravos (Rua Coropé, 88. Pinheiros, São Paulo/SP, Complexo Aché Cultural)
Ingressos: R$ 180,00 – R$120 e R$ 90,00 (valor pré-venda)
Ingresso popular (Balcão): R$ 50,00
Duração: 70 minutos
Capacidade: 611 lugares
Classificação: Livre (recomendado para maiores de 06 anos. Menores de 12 anos acompanhados de responsáveis)
Acessibilidade: O teatro possui acessibilidade e ar condicionado.
Libras & Áudio-descrição disponíveis em todas as sessões de Petshop, o Musicão. Ao chegar ao Teatro, o consumidor deve procurar a equipe técnica responsável pela distribuição e acompanhamento dos equipamentos de acessibilidade. Sugerimos chegar com 40 minutos de antecedência.

Ficha técnica:
Direção geral & idealização: Julianne Daud & Maestro Fabio G. Oliveira 
Direção artística & coreografias: Fernanda Chamma
Direção musical: Maestro Fabio G. Oliveira            
Texto & letras: Vitor Rocha  
Músicas: Vitória Maldonado & Maestro Fabio G. Oliveira
Elenco: Arthur Berges, Luiza Porto, Adriano Tunes Isabella Oya,  Willian Sancar, Vinícius Loyola, Giovanna Zotti, Anaiza, Isabella Daneluz, Theo Barreto, Pedro Meireles, Roberto Justino, Rodrigo Spinosa, Andreas Trotta, Julia Berlim, Gustavo Ferreira
Figurinos: Theodoro Cochrane
Cenários: Marco Lima
Visagismo: Anderson Bueno
Design de som: Tocko Micheelazo
Design de luz: Wagner Freire
Coreografias de sapateado: Chris Matallo
Produção musical / bases: André Abujamra
Preparação vocal: Julianne Daud
Fonoaudióloga: Dra Thays Vaiano
Conteúdo projeções: Rodrigo Abreu – Estúdio Like 
Confecção de bonecos: Marco Lima
Criação de mágica: Antônio Serra Bourgeois
Design gráfico: Ebert Wheeler
Diretora de produção: Julianne Daud
Stage manager: Eduardo Munhoz
Produção executiva: Camila Rodrigues
Diretora assistente & residente: Victória Ariante
Estagiária: Theodora Prandini
Planejamento de comunicação e divulgação: Morente Forte
Mídias sociais: Savoir Comunicação
Leis de incentivo / administração: Michelle Gabriel
Contabilidade: Beltrame Contabilidade
Assessoria jurídica: Francez Advogados
Equipamentos de som: Radar Som – André Omote
Equipamentos de luz: Armazém da Luz – Wagner Freire
Equipamentos de projeção: Reality Projeções
Salas de ensaios: Estúdio Broadway
Bonecos: Start Produções Artísticas
Libras & áudio-descrição: Katalise   
Projeções: Estúdio Like
Sapatos de Sapateado: Só Dança

Sobre o Circuito Cultural Bradesco Seguros

Manter uma política de incentivo à cultura faz parte do compromisso do Grupo Bradesco Seguros considerando a cultura como ativo para o desenvolvimento dos capitais do conhecimento e do convívio social. Nesse sentido, o Circuito Cultural Bradesco Seguros se orgulha de ter patrocinado e apoiado, nos últimos anos, em diversas regiões do Brasil, projetos nas áreas de música, dança, artes plásticas, teatro, literatura e exposições, além de outras manifestações artísticas. 

Dentre as atrações incentivadas destacam-se os musicais “Bibi – Uma vida em musical”, “Bem Sertanejo”, “Les Misérables”, “70 – Década do Divino Maravilhoso”, “Cinderella”, “O Fantasma da Ópera”, “A Cor Púrpura” e “Conserto para Dois”, além da “Série Dell’Arte Concertos Internacionais” e a exposição “Mickey 90 Anos”.

Vivo Cultura

Considerada uma das principais marcas apoiadoras da cultura no Brasil, a Vivo investe nas artes cênicas, plásticas e na música para ampliar e democratizar o acesso dos brasileiros à cultura. A empresa acredita no poder da tecnologia para potencializar o alcance das iniciativas e levar arte a todo o Brasil. Por meio da plataforma @vivo.cultura, reúne suas iniciativas, além de conteúdos inéditos voltados às artes cênicas e às artes plásticas, como lives que debatem a biografia e obras de grandes autores teatrais e a história das artes plásticas.

Além do Teatro Vivo, que em 2023 promoveu 12 espetáculos, vistos por mais de 42 mil pessoas, a Vivo apoia peças em circulação por todo o país e incentiva importantes equipamentos culturais, como a Pinacoteca de São Paulo, Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand (MASP), Museu Afro Brasil, Museu da Imagem e do Som (MIS-São Paulo), Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (MAM Rio), Instituto Inhotim, Palácio das Artes, OSESP, Museu Oscar Niemeyer e Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM- São Paulo).  Todas as suas iniciativas buscam ampliar o acesso ao conhecimento com novas formas de vivência e aprendizado, fortalecidas nos aspectos de diversidade, inclusão, coletividade e educação.

Crédito: Divulgação

Leave a Response