Montada em mais de 30 países, peça escrita pelo francês Florian Zeller rendeu ao brasileiro o Prêmio Shell de melhor ator

Matéria: Divulgação
Foto:
João Caldas Fº

Sucesso de público e de crítica, a premiada peça O Pai, escrita pelo francês Florian Zeller, já foi vista por mais de 80 mil pessoas em suas 200 apresentações desde a estreia em 2016.

A montagem brasileira, que é dirigida pelo seu filho Léo Stefanini, volta agora ao palco do Teatro Uol, a partir do dia 5 de maio, comemorando os 68 anos de carreira de Fulvio, que ganhou o prêmio Shell de melhor ator por este trabalho.

A montagem, que ainda levou os prêmios de melhor cenografia e espetáculo do ano, segue em cartaz até 1º de julho, com apresentações às sextas, às 21h, e aos sábados, às 20h. Ao lado de Stefanini, estão em cena Carol Gonzalez, Paulo Emílio, Wilson Gomes, Déo Patrício e Carol Mariottini.

Encenado em mais de 30 países, o texto foi adaptado pelo próprio autor para o cinema em um filme de 2020, estrelado por Anthony Hopkins, que levou o Oscar nas categorias de melhor ator e roteiro adaptado. Recentemente, Florian Zeller estreou outro drama nas telonas, “O Filho” (2022), lançado neste ano no Brasil.

A peça ainda ganhou em 2014, na França o famoso Prêmio Molière, nas categorias de melhor espetáculo, ator e atriz. E, na Inglaterra, foi eleita a peça do ano pelo jornal The Guardian.

O Pai conta a história de André, um idoso de 80 anos, rabugento, porém muito simpático e divertido. Quando a memória dele começa a falhar, a sua única filha vive um dilema: deve levá-lo para morar com ela e contratar uma enfermeira para ajudá-la a cuidar dele ou deve interná-lo em um asilo – para poder curtir a vida ao lado de seu novo namorado?

Com tom poético e um leve humor requintado, a peça trata desse tema comovente com leveza e sensibilidade, e nos convida a pensar sobre questões como a convivência familiar, o envelhecimento e as nossas escolhas na vida.

Ficha técnica:
Texto: Florian Zeller
Tradução: Carol Gonzalez e Lenita Aghetoni
Direção: Léo Stefanini
Elenco: Fulvio Stefanini, Carol Gonzalez, Wilson Gomes, Deo Patricio, Carol Mariottini e Paulo Emilio Lisboa
Cenário: André Cortez
Luz: Diego Cortez
Som: Raul Teixeira e Renato Navarro
Figurinos: Lelê Barbieri
Técnicos: Diego Cortez e Ronaldo Silva
Design: Giovani Tozi
Assessoria de imprensa: Pombo Correio
Realização: Cora Produções Artísticas

Sinopse

Fulvio Stefanini interpreta André, um idoso de 80 anos, rabugento, mas muito simpático e divertido. Com sua cabeça começando a falhar, sua filha vive um dilema: cuidar de seu pai, ou interná-lo em um asilo e ir curtir a vida com seu novo namorado.

Serviço:
O Pai (de 05 de maio a 1º de julho)
Quando: Sextas (21h) e sábados (20h)
Local: Teatro UOL (Avenida Higienópolis, 618, Higienópolis, São Paulo/SP, Shopping Pátio Higienópolis)
Ingressos: de  R$ 100,00 a R$ 150,00
Classificação: 14 anos
Duração: 90 minutos
Capacidade: 305 lugares
Acessibilidade: O teatro é acessível a cadeirantes e pessoas com mobilidade reduzida.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *