terça-feira, 20 fevereiro, 2024
Teatro

Com direção de Elias Andreato e com Bianca Bin no elenco, a comédia O Nome do Bebê chega ao Teatro Faap

Crédito Karina Martins

O espetáculo é uma adaptação para a realidade brasileira da bem-sucedida peça de Matthieu Delaporte e Alexandre de la Patellière. A trama foi montada em vários países e adaptada para o cinema em 2012. A temporada acontece entre janeiro e março de 2024

Matéria: Divulgação
Foto: Karina Martins

Permeando uma história que discute a dificuldade de escuta em nossas relações mais íntimas, a comédia O Nome do Bebê, da dupla francesa Matthieu Delaporte e Alexandre de la Patellière, chega ao Teatro Faap, para temporada de 12 de janeiro a 3 de março de 2024, com sessões sempre sextas e sábados, às 20h, e domingos, às 18h.

A direção é de Elias Andreato e o texto foi traduzido pela atriz Clara Carvalho, que buscou aproximá-lo ainda mais da realidade brasileira, valorizando ironias e sarcasmos. Montada em vários países e adaptada para o cinema em 2012, a versão brasileira tem o elenco formado por Bianca Bin, Cesar Baccan,  Eduardo Pelizzari, Lilian Regina e Marcelo Ullmann.

Na peça, Vincente e Anna vão jantar na casa da irmã dele para comunicar a ela, ao cunhado e a um amigo de infância o nome escolhido para seu primeiro filho. O pai de primeira viagem faz uma brincadeira infeliz e diz que o bebê se chamará Adolfo; nome cuja sonoridade se assemelha ao maior ditador da História. A partir dessa situação absurda, as personagens dão início a uma discussão crescente, que evoca uma série de memórias e ressentimentos profundamente escondidos, revelando seus preconceitos e contradições.

“Nosso olhar, percorre a crueldade e o fascínio que essas relações, tão conhecidas do nosso cotidiano, nos remetem às lembranças pueris e medonhas que guardamos para sempre. É impossível não nos identificarmos com os personagens, e com a situação criada pelos autores de forma tão realista e explosiva”, comenta o diretor Elias Andreato.

A peça revela que, para chegarmos às relações verdadeiras em nossas vidas, precisamos estar desarmados para aceitar e ouvir. A falta de escuta, tão comum nos dias de hoje, é o primeiro passo para a não-aceitação dos outros. E, sem aceitação, não há solução de conflitos. Os personagens descobrem que a única maneira de se entenderem, inclusive nas relações de amizade, é se abrirem para o diferente e deixarem de lado suas aparentes incompatibilidades.

“Quando o teatro provoca e nos inquieta, propondo um jogo teatral absolutamente verdadeiro, é porque ele está vivo, podendo ser violento e muito divertido. O homem é o único animal que ri diante do inferno que são os outros. Humor não se explica, mas a crueldade sempre nos incomoda. A nossa comédia certamente deixará o espectador feliz, mas ele terá que rir de si mesmo”, acrescenta o diretor sobre a encenação.

Sinopse

Vicente e sua esposa, que esperam seu primeiro filho, são convidados pela irmã dele e o seu cunhado para um jantar. Quando o pai de primeira viagem revela o nome de seu filho, conflitos são levantados, levando a revelações que mudarão as relações entre todos. Uma comédia contundente.

Ficha Técnica:
Texto:
Matthieu Delaporte e Alexandre de la Patellière
Tradução: Clara Carvalho
Direção: Elias Andreato
Assistente de direção e stand-in: Mariana Loureiro
Elenco: Bianca Bin, Cesar Baccan, Eduardo Pelizzari, Lilian Regina, Marcelo Ullmann
Desenho de luz: Wagner Pinto
Figurino: Anne Cerutti
Assistente de figurino: Luiza Spolti
Cenografia: Rebeca Oliveira
Cenotécnico: Evas Carreteiro
Equipe cenotécnica: Alexandre Zimbarde, Roberio Araujo Barbosa, Sergio Sasso e Sergio Murilo
Assistente de objetos: Mikaella Rodrigues
Trilha sonora: Elias Andreato
Operador de luz: Guilherme Orro
Operador de som: Eder Sousa
Fotos: Ronaldo Gutierrez e Karina Martins
Programador visual: Rafael Oliveira
Assessoria de imprensa: Adriana Balsanelli e Renato Fernandes
Assistente de produção: Rebeca Oliveira
Relações públicas: Cynthia Rabinovitz
Coordenação de comercialização para grupos: Selene Marinho
Produtor executivo: Marcelo Ullmann
Diretor de produção: Cesar Baccan
Técnica de palco: Lúcia Rosa
Produção: Baccan Produções e Kavaná Produções

Serviço:
O Nome do Bebê (de 12 de janeiro a 03 de março)
Quando:
Sextas e sábados (20h) e domingos (18h)
Local: Teatro Faap (Rua Alagoas, 903, Higienópolis, São Paulo/SP)
Ingressos: R$ 80,00 (sextas e sábados) e R$ 100,00 (domingos)
Duração: 90 minutos
Classificação: 12 anos

Leave a Response